segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Jordânia diz que fará de tudo para salvar piloto

Após a execução do jornalista japonês, a Jordânia diz estar empenhada em salvar a vida do piloto Maaz al-Kaseasbeh, que também foi sequestrado pelos extremistas do grupo.

Os jihadistas exigem a liberdade da terrorista iraquiana em troca da libertação do jordaniano.

O governo da Jordânia promete usar todos os meios para libertar o piloto que foi capturado pelo grupo Estado Islâmico. Em comunicado oficial, as autoridades jordanianas afirmam que “todos os órgãos do Estado estão mobilizados para obter uma prova de vida do refém a fim de assegurar o seu retorno para o país”.

"O reino fará todo o possível para salvar e libertar seu piloto, Maaz al-Kasasbeh", capturado em dezembro pelo EI, que ameaça executar o refém se Amã não libertar uma jihadista iraquiana, afirmou o porta-voz do governo, Mohamad al-Momeni, citado pela agência Petra.

Nenhum comentário: