terça-feira, 21 de outubro de 2014

Artistas potiguares e sociedade civil organizada se reúnem em ato político-cultural com música e artes visuais


Músicos, artistas plásticos, militantes políticos e outros representantes da sociedade civil e juventude organizada vão se reunir nesta quarta-feira, 22, a partir das 17h, no Atelier Bar e Petiscaria, localizado na Ribeira, para ato cultural e político em resposta a onda conservadora que tem influenciado as expressões artísticas de Natal, do Rio Grande do Norte e do Brasil e em defesa de uma e cultura política mais crítica e democrática.

A movimentação que se chama “Vermelho é a cor mais quente” contará com apresentações musicais de mais de 20 grupos e artistas potiguares como Du Solto, Rosa de Pedra, MC Preguissa, Orquestra Boca Seca, Allan do Rastafeeling entre outros, no formato de jam setion, além de oficinas de stencil e grafite e a captação de vídeos e fotos em prol de temas como mais cultura, desmilitarização da polícia, criminalização da homofobia, democratização da mídia e reforma política.

“É importante que em momentos como esse em que estão postas dois projetos de Brasil completamente diferentes representados pelas candidaturas de Dilma, de esquerda, e Aécio, de direita, a sociedade por meio da arte e da música possa se manifestar e dizer como quer a sua  vida daqui em diante. Colocar as diferenças de lado e escolher o lado e futuro que quer seguir”, se manifestou o vereador Hugo Manso, que apoia a iniciativa.

Nenhum comentário: