sexta-feira, 15 de maio de 2015

Primeiros casos de novo vírus são confirmados no RN e BA

Aedes Aegypti é o transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus
Zika. Esse é o nome do novo vírus confirmado no Brasil e que é transmitido pelo mesmo mosquito da dengue e chikungunya. Os primeiros casos foram confirmados na Bahia e no Rio Grande do Norte, onde oito pacientes foram diagnosticados com a doença. Há suspeitas de casos em mais quatro estados do Nordeste e no Rio de Janeiro.

Com sintomas parecidos com o da dengue e chikungunya, o zika vírus faz com que os pacientes apresentem  dores no corpo, febre, náuseas e diarreia. Porém, os pacientes infectados também podem apresentar hipersensibilidade à luz, conjuntivite e erupções na pele, por qualquer parte do corpo. Os sintomas são sentidos após o período que pode variar entre três e 12 dias, mas duram entre quatro e sete dias.

Mesmo considerado menos ofensivo do que o vírus da dengue (não houve registro de mortes pelo zika vírus), o temor é que os pacientes tenham a chamada co-infecção, quando ele está acometido pelo zika e também pela dengue ou chikungunya. 

Ao todo, 21 casos suspeitos foram analisados no Rio Grande do Norte, com oito confirmações. Estão em investigação ainda casos suspeitos no Maranhão, Pernambuco, Sergipe, Paraíba e Rio de Janeiro.

Nenhum comentário: