terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Governador prestigia abertura oficial da 20ª Fiart



 O fomento à cadeia produtiva, uma premissa do atual Governo do Estado, passa também pelo desenvolvimento do artesanato potiguar. Durante a abertura oficial da 20ª Feira Internacional de Artesanato (Fiart), que ocorreu na noite desta segunda-feira, 26, no Centro de Convenções, o governador Robinson Faria falou das pretensões de construir no seu Governo a Escola do Artesão e também anunciou que vai apoiar o Congresso Nacional do Artesanato, que ocorrerá em Natal, em outubro desse ano. "Mesmo num curto espaço de tempo, demos todo o apoio que o Governo poderia dar à Fiart, que já faz parte do calendário de eventos da cidade. E vamos ser o Governo que vai fomentar ainda mais a atividade do artesanato no Rio Grande do Norte", disse ele em seu discurso durante a abertura.

Robinson Faria passeou por todas as áreas da Fiart, que conta atualmente com 7 mil metros quadrados, no pavilhão central do Centro de Convenções e abriga 382 estandes, divididos entre o artesanato local, regional, nacional e internacional. Ele lembrou que já havia visitado muitas outras vezes o evento que já conta com 20 anos de realização e que sempre admirou o idealismo do empresário Neivaldo Guedes pela criação da Fiart. E que, agora, como governador, quer incentivar ainda mais a cadeia produtiva do artesanato. Em sua companhia, a primeira dama do Estado e também titular da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Julianne Faria, que teve um importante papel no apoio aos artesãos participantes da Feira, na ocasião em que provocou uma audiência em Brasília, junto à Secretaria Nacional de Micro e Pequena Empresa e articulou a participação na Fiart do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), do Governo Federal. A coordenadora do PAB, Ana Beatriz Ellery, disse em seu discurso que a partir de 2015, há a pretensão de sempre apoiar a Fiart nos próximos anos e que a Secretaria Nacional de Micro e Pequenas Empresas pretende fazer parcerias com os governos estaduais para levar o artesanato brasileiro para as feiras internacionais.

Acompanharam também o governador do Estado na Fiart, a senadora diplomada Fátima Bezerra, o deputado estadual Fernando Mineiro, o presidente da Fundação José Augusto, Rodrigo Bico, o secretário de Tributação, André Horta e prefeitos de diversas cidades, dentre outras autoridades.

A abertura oficial da Fiart homenageou o recém falecido Manoel do Coco, com entrega de uma placa à viúva do repentista, Elizabeth Freitas, improvisação do repentista e parceiro de Manoel do Coco, Moacir do Repente e também contou com apresentação de esquete teatral do Grupo de Teatro Absolutas e Proerd e do poeta Paulo Varela. O governador visitou inúmeros estandes, onde parou para conversar com os populares e foi muito requisitado para tirar fotos. Além do estande da Sethas, a Fiart voltou a ter um estande da Secretaria Estadual de Turismo, onde é feita divulgação tanto para o turista que visita Natal nesse período, quanto para as pessoas que moram na capital mas não conhecem ainda as belezas do seu Estado.

"A cidade já abraçou a Fiart em janeiro. É um evento consolidado há muito tempo. Tem gente que chega e me diz que estava viajando, mas retorna só para não deixar de nos visitar. O Governo nos deu todo o apoio possível e sabemos que essa parceria não vai parar", comemorou o realizador Neivaldo Guedes. A 20ª Edição da Fiart começou no dia 23 e vai até 1º de fevereiro.



Nenhum comentário: