segunda-feira, 27 de junho de 2016

Show de Safadão não está confirmado em Campina Grande


Após a polêmica envolvendo o cachê de quase R$ 600 mil no São João de Caruaru-PE, o cantor Wesley Safadão, que prometeu doar o dinheiro para instituições de caridade, não está confirmado para o show de encerramento do Maior São João do Mundo, em Campina Grande. 

A Prefeitura da cidade no interior da Paraíba se reuniu nesta segunda-feira (27) com a produção do cantor para discutir o assunto, mas não confirmou a realização do show.

A participação de Safadão no dia 3 de julho, quando termina o evento em Capina Grande, foi anunciada oficialmente na programação da festa paraibana.

A polêmica em torno do show que Wesley Safadão faria no sábado, dia 25, em Caruaru começou após uma ação pública ser movida acusando o músico de superfaturamento por cobrar um cachê de R$ 575 mil.

Três dias antes da apresentação, o juiz da 1ª Vara da Fazenda, José Fernando de Souza, acatou a ação popular de autoria dos advogados Dimitre Bezerra, Marcelo Rodrigues e Ewerton Bezerra e proibiu a apresentação.

O processo dizia que o valor pago pelo show era excessivo em comparação ao valor pago pela mesma apresentação em outras cidades com perfis semelhantes, cuja festa de São João tem a mesma importância cultural e popularidade.

A Fundação de Cultura de Caruaru recorreu da decisão alegando que o cachê era compatível com os valores de mercado nesta época do ano e afirmou que na terça-feira, dia 21 de junho, o forrozeiro se apresentou na cidade de São João de Patos, na Paraíba, pela mesma quantia. "O entendimento do governo municipal é de que não há irregularidade ou discrepância na contratação efetuada com o artista. Por esta razão, embora não tenha sido ouvida pela Justiça, usará todos os meios legais para garantir a apresentação do cantor em função de promover o maior e melhor São João do Mundo, o São João de Caruaru, e para que a sua ausência não cause um dano irreparável à economia de Caruaru e região", disse a prefeitura em um comunicado.

Na quinta-feira, dia 23, a apresentação foi confirmada após o desembargador José Viana Ulisses Filho revogar a decisão.  O show aconteceu normalmente no sábado, dia 25. 

Em meio às músicas, Safadão falou sobre a polêmica envolvendo seu nome. "Eu disse para o meu empresário: 'se o problema é dinheiro, eu vou cantar em Caruaru nem que seja de graça'. O problema foi resolvido, o que tinha que ser provado foi provado. Várias pessoas foram no meu Instagram dizer que estava tirando dinheiro de Caruru. O problema do país não é culpa minha, não. É o governo que tem que resolver", declarou ele, sendo ovacionado pelos mais de 120 mil fãs que lotaram o evento.

Nenhum comentário: