quarta-feira, 29 de março de 2017

O Procon Natal registrou, neste mês de março, uma redução de aproximadamente dez centavos no preço da gasolina, quando comparado com o mês de fevereiro. No mês passado, o custo médio da gasolina foi de R$ 3,824 e, neste mês de março, é de R$ 3,722. Isso representa uma redução mínima de R$ 0,102, o que equivale 3% a menos no valor da gasolina. O Procon registrou ainda que a diferença entre o maior (R$ 3,899) e o menor (R$ 3,549) valor da gasolina comum foi de 9,86%, considerando o período normal de venda, ou seja, sem considerar valores promocionais, havendo assim uma variação em relação ao observado em fevereiro que foi de 5,60%. Entre as regiões da capital, a Oeste foi mais uma vez a que apresentou o menor preço médio da gasolina comum R$ 3,658 dentre todos os combustíveis pesquisados, exceto o gás veicular. Já os maiores preços de combustível foram constatados nas regiões Sul e Leste. O valor médio da gasolina comum foi de R$ 3,747 na região Sul e a gasolina aditivada na região Leste chegou a R$ 3,846 de preço médio. No entanto, na Zona Sul se encontra a menor média de preço do gás veicular de R$ 2,458. A pesquisa foi realizada no dia 22 de março junto 60 postos de combustíveis de Natal e Nova Parnamirim. Para a diretora geral do Procon Natal, Aíla Cortez, é importante que o consumidor fique atento à pesquisa de preço do combustível para realizar economia no seu orçamento. Etanol O preço do etanol corresponde, hoje, a 85,19% do valor da gasolina. Para ser vantajoso ao consumidor que possui veículo flex, de acordo com o Procon Natal, o preço do etanol deve ser, no máximo, 70% do valor da gasolina. O etanol apresentou variação de cerca de 17,38% no comparativo entre o maior e o menor preço. Diesel e gás natural A variação encontrada no diesel foi de 13,48% na versão comum e de 16,34% no diesel S-10. Quanto ao gás natural, constatou-se a variação entre o maior e menor no preço de 7,09%.

Tartarugas são atropeladas em São Miguel do Gostoso, RN (Foto: Heldene Santos/ONG Amjus)

Filhotes de tartarugas foram atropelados, nesta terça-feira (28), quando tentavam atravessar uma estrada para chegar ao mar, na praia de Tourinhos, em São Miguel do Gostoso. A Ong Amjus, que atua naquela área, afirma que o incidente aconteceu devido a uma estrada construída em local inadequado.
Heldene Santos, presidente da Ong, informa que 64 filhotes de tartarugas morreram atropelados. "O ninho estava no pé do morro, que fica no pé da estrada que está onde não deveria. Esse não é um caso isolado. Ao longo da praia, neste ano, tivemos mais de dez atropelamentos de ninhos", revela.
O presidente da Amjus explica que há sinalização no local, com bandeiras, mas, mesmo assim, há outros registros de quadriciclos que atropelaram ninhos de filhotes de tartarugas nos últimos meses. "Temos situação em que o cercado foi arrastado e as bandeiras de sinalização quebradas", conta.
Tartarugas são atropeladas em São Miguel do Gostoso, RN (Foto: Heldene Santos/ONG Amjus)
Ainda de acordo com Heldene Santos, existe livre circulação de veículos na praia sem controle devido. "Principalmente, carros 4 x 4 que circulam a vontade, em alta velocidade, e os quadriciclos. Por mais que a gente tenha conversado e feito reuniões, esse tipo de situação continua acontecendo".
A secretária de Turismo de São Miguel do Gostoso, Juniele Linhares, informou que, no mês passado, foi realizada uma reunião entre a prefeitura, o Idema, o DER e a Procuradoria Geral do Estado para tratar do assunto.
De acordo com ela, ficou decidido que a estrada por onde as tartarugas passam serão desativada e uma outra será construída com um recuo de 500 metros da área de desova. A construção da nova estrada, no entanto, depende de processo de licitação que ficará a encargo do DER e ainda dependerá de orçamento do estado.

Nenhum comentário: