quarta-feira, 29 de março de 2017

A Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN), irá realizar na próxima quinta-feira (30) em Mossoró/RN duas atividades, visando promover e interiorizar as ações da Fundação no Estado. A primeira ação será realizada às 13h30, na Faculdade de Educação (FE) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), onde acontece o I Seminário de Avaliação de Pesquisa da Região Oeste do RN. Serão avaliados oito projetos das seguintes áreas: Bioquímica e Biologia Celular; Ciência Animal; Ciência da Computação; Serviço Social e Direitos Sociais; Sistemas de Comunicação e Automação e Física. O Edital Serão avaliados os projetos do Edital N° 013/2014 - FAPERN/Capes - Bolsas de Mestrado e Doutorado, onde foram implantadas 42 (quarenta e duas) quotas de Bolsas de Mestrado e 28 (vinte e oito) de Doutorado, com o valor total de R$ 4.468.800,00 (quatro milhões quatrocentos e sessenta e oito mil e oitocentos reais), que contemplou as seguintes instituições: Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN); Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN); Universidade Federal Rural do Semi-Àrido (Ufersa) e o Instituto Internacional de Neurociências de Natal Edmond e Lily Safra (IINN-ELS). Fórum de Empreendedorismo No mesmo dia, será realizado no auditório da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (Proec), no Campus Mossoró da Ufersa, às 19h, o Fórum de Desenvolvimento e Empreendedorismo de Mossoró. O Fórum que acontece na sua primeira edição, tem como parceiros, além da FAPERN, a UFRN, a Ufersa e o Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Norte (CRA-RN) e será operacionalizado bimestralmente em um conjunto de cinco encontros que acontecerão ao longo do ano de 2017. Para maiores informações, os interessados devem acessar o site do evento: http://forumdesenvolvimento.blogspot.com.br INFORMAÇÕES À IMPRENSA

Exibindo RegularizacaoFios.jpg

Exibindo PostesCompartilhados1.png

Exibindo image001.png

A Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, fez um balanço dos primeiros seis meses de fiscalização do uso compartilhado dos postes da Companhia, em Natal.
O objetivo da ação, realizado até agora em 46 ruas e avenidas da capital,  é aumentar o nível de segurança da rede elétrica, evitando algum tipo de risco para a população, além de prevenir danos às estruturas, ao sistema elétrico e, consequentemente, à qualidade do fornecimento de energia aos consumidores.
Até agora, já foram fiscalizados e regularizados o ajuste de altura em 96 quilômetros de cabos e retirados 16 mil metros de fios em situação irregular dos postes.
Outra finalidade da fiscalização é diminuir o impacto visual provocado pelo possível desordenamento dos fios das redes de telefonia e telecomunicações e combater a prática de ligações clandestinas de energia.
Em setembro, a Cosern enviou um comunicado às empresas que fazem uso compartilhado dos seus postes, informando sobre o início da fiscalização, que acontece todas as terças e quintas-feiras.
As possíveis irregularidades identificadas pela Companhia durante a fiscalização são tratadas de duas formas:
1)      Não havendo risco de segurança, a Cosern faz um registro fotográfico da irregularidade, que é anexado a mais um comunicado e enviado à empresa para que ela regularize a situação no prazo máximo de 150 (cento e cinquenta) dias;
2)      Nos casos em que são identificados pontos de fixação ou equipamentos instalados à revelia da Cosern ou cabos que possam causar risco à segurança, tanto da população quanto ao fornecimento de energia (como fios descascados ou rompidos, vão baixo, repetidoras ou mão francesa), o cabeamento e/ou equipamento irregular é retirado imediatamente.

Fotos: Cosern/Divulgação


Nenhum comentário: