terça-feira, 28 de março de 2017

Novo shopping do Alecrim terá mais de 200 lojas e 2 mil empregos


O bairro do Alecrim, berço do comércio potiguar, irá ganhar um shopping com cerca de 35 mil m², todo climatizado, nove pavimentos (sendo seis deles para estacionamento, o que resultará em mil vagas), mais de 200 lojas de marcas nacionais e locais, e que possuirá a quarta maior praça de alimentação de Natal. O Outlet 25 Demais pertence ao Grupo 25, que tem atuação no comércio paulista da Rua 25 de Março, e deve iniciar sua operação em 2019, gerando 2 mil empregos diretos. O investimento no projeto será da ordem de R$ 55 milhões.
O projeto foi apresentado ao prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves e a secretários municipais na última quarta-feira (22), em reunião que aconteceu no Palácio Felipe Camarão, e que contou com a presença do presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, e do vice-presidente da instituição e presidente do Sindicato do Comércio Varejista e de Serviços do RN, George Ramalho.
“A reunião foi muito proveitosa. Há um grande esforço do prefeito, tanto nas melhorias da cidade, como uma atenção muito especial a este projeto e à grande mudança que acontecerá no Alecrim, gerando não só novos empregos, mas um crescimento comercial no bairro, trazendo limpeza, segurança, novos empreendedores e empreendimentos a este bairro, que apesar de todos os seus problemas é o único com o perfil da 25 de março em São Paulo”, detalhou o representante do Grupo 25, Minás Aravanis.
De acordo com estudos realizados pelo do Grupo, a expectativa é de que o fluxo inicial no Outlet 25 seja de 40 mil pessoas por dia; e no bairro como um todo, suba para 200 mil pessoas, atraídas não só pelo shopping como também pelas melhorias que o bairro irá receber. Segundo Minás, os projetos estão bem adiantados e a previsão é que as obras comecem no segundo semestre deste ano.
“Em Natal, o único local que comporta mais um shopping, é com certeza o bairro do Alecrim. O fato de termos um terreno próprio, em um bairro centralizado, de fácil acesso, e o grande número de linhas de ônibus para o local também influenciou muito. E claro o grande fluxo de clientes!”, comentou o empresário, só lamentando que apesar do grande fluxo de pessoas, é um bairro carente de estacionamento.
Minás Aravanis fez questão de destacar que os empresários potiguares tiveram uma receptividade positiva à chegada do investimento ao bairro. “Uma obra deste porte no Alecrim aumentaria o fluxo de pessoas e mudaria o bairro comercial mais intenso de Natal, que hoje vem, ano a ano, perdendo seus clientes para os shoppings”, acrescentou.

Nenhum comentário: