quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Torcedor e sócio, papa Francisco recebe jogadores do San Lorenzo no Vaticano

Os jogadores do San Lorenzo visitaram o papa Francisco nesta quarta-feira (20) no Vaticano. Torcedor fanático e sócio do clube, o pontífice recebeu de Matías Lammens, presidente do time argentino, uma réplica do troféu da Taça Libertadores da América durante uma cerimônia privada. O time conquistou o torneio na semana passada após vencer o Nacional do Paraguai no Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires.

Durante o encontro, o papa disse que o clube 'fazia parte de sua identidade cultural'. "De modo especial, saúdo os campeões da América. Ser do San Lorenzo é parte de minha identidade cultural", declarou Francisco durante uma audiência antes do encontro com o time argentino.

Segundo o diário esportivo "Olé", o presidente do San Lorenzo disse que planeja voltar ao Vaticano após o Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro. "Deus queira que possamos retornar em dezembro depois de ganhar do Real", em referência a uma possível final do torneio contra o espanhol Real Madrid.

O encontro aconteceu dias depois da parentes de Francisco morrerem em um acidente de carro na cidade argentina de Córdoba. O técnico Edgardo Bauza teria afirmado que o pontífice agradeceu pelos 'momentos de felicidade proporcionados pela visita. "Ele nos disse que lhe demos dois minutos de felicidade. Apesar de estar angustiado, nós o agradecemos do fundo de nosso coração, disse o treinador.

Depois que seu torcedor mais famoso se tornou papa, o San Lorenzo viu seu número de sócios aumentar, o que ampliou o mito em torno de Francisco entre os torcedores do clube de Almagro. O ápice desse momento se concretizou na semana passada, com o primeiro título do clube na Libertadores.

Nenhum comentário: