domingo, 24 de agosto de 2014

Ricciardo aproveita rivalidade na Mercedes e vence GP da Bélgica

Daniel Ricciardo se aproveitou da rivalidade de Nico Rosberg e Lewis Hamilton, ultrapassou Fernando Alonso, Sebastian Vettel e terminou na primeira colocação no Grande Prêmio da Bélgica. O piloto da RBR assumiu a ponta após a primeira rodada de pit stops e dominou o restante da corrida. Esta foi a terceira vitória dele no ano. A próxima disputa é o GP da Itália, em Monza, no próximo dia 7 de setembro, a partir das 9h (Brasília). 

O resultado manteve o australiano da RBR na briga pelo título. Nico Rosberg ainda está disparado na frente, com 220 pontos. No entanto, Hamilton tem 191 e Ricciardo chegou aos 156, restando seis corrida para o fim da temporada. O brasileiro Felipe Massa é décimo, com 40 pontos. 

A expectativa no início da corria era que Nico Rosberg garantisse mais uma vitória, porém, na largada, ele foi superado por Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe na Mercedes. O líder do campeonato tentou dar o troco, mas acabou tocando no carro do britânico. O alemão perdeu parte do bico, mas furou o pneu traseiro de Hamilton, que precisou ir para os boxes e caiu para as últimas posições. No final, a quatro voltas do fim, ainda em 16º, decidiu abandonar a corrida. 

Felipe Massa mais uma vez não teve sorte. O brasileiro sofreu com detritos do pneu de Hamilton que prenderam embaixo do assoalho de sua Willians. A equipe só percebeu a situação perto do fim da corrida, deixando o piloto sem tempo para alcançar a zona de pontuação. "Uma peça ficou enrolada no assoalho do carro e não tinha como mantê-lo na pista. Eu estava reclamando que estava impossível de guiar. Parei nos boxes e eles não conseguiram tirar. Era impossível guiar, estava muito lento. Quando tiraram, na segunda parada, aí o carro mudou completamente. Mas já era tarde demais, a corrida já tinha acabado, infelizmente", explicou. 

Confira os resultados do GP da Bélgica:
1: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) 
2: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
3: Valtteri Bottas (FIN/Williams) 
4: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 
5: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) 
6: Kevin Magnussen (DIN/McLaren) 
7: Jenson Button (ING/McLaren) 
8: Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 
9: Sergio Perez (MEX/Force India)
10: Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) 
11: Nico Hulkenberg (ALE/Force India) 
12: Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso) 
13: Felipe Massa (BRA/Williams) 
14: Adrian Sutil (ALE/Sauber) 
15: Esteban Gutierrez (MEX/Sauber) 
16: Max Chilton (ING/Marussia) 
17: Marcus Ericsson (SUE/Caterham) 
18: Jules Bianchi (FRA/Marussia) 

Não completaram:
Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 
Romain Grosjean (FRA/Lotus) 
Pastor Maldonado (VEM/Lotus) 
Andre Lotterer (ALE/Caterham)

Nenhum comentário: